quinta-feira, 15 de julho de 2010

Nutrição e TPM


Olá mamães e afins! Gente esse blog está um sucesso e eu estou adorando!
Bom hoje meu enfoque não será aos pimpolhos, mas sim ao meio que os cerca... SIM essa é pra vocês mulheres!!!
Sabemos que quando “estamos de TPM”, o mais tranqüilo convívio interpessoal pode ser facilmente abalado e além dos maridos, as crianças também podem sofrer com o vai e vem hormonal das mães. Então achei de suma importância alertar vocês mamães e tenho certeza que seguindo essas dicas a TPM amenizará e o convívio familiar ficará muito mais agradável.
TPM é a chamada tensão pré menstrual, muito bem conhecida e discutida pelo universo feminino. É onde a mulher apresenta uma série de sintomas de 10 a 15 dias antes da menstruação e que desaparece logo após o início do fluxo menstrual. E é nesse período, na segunda metade do ciclo menstrual, que a mulher entra em uma “montanha russa hormonal” e o resultado final é uma diminuição de um hormônio chamado serotonina, conhecido popularmente como hormônio do prazer e da auto estima.
É justamente por essa “montanha russa hormonal” que as mulheres passam todo o mês, que os sintomas da TPM aparecem e podem ser os mais variados possíveis como ansiedade, irritabilidade, tensão, insônia, depressão, dor de cabeça, dor nas mamas entre outros.
Mas mulheres, homem e filhos também, acalmem-se! A nutrição tem um papel chave no tratamento e na prevenção da TPM, pois diversos micronutrientes são necessários para a formação da serotonina, como a vitamina B6, magnésio e ácido fólico e deve-se aumentar também o consumo dos alimentos que são fontes de triptofano. Então mulheres seus melhores amigos serão os cereais integrais, as leguminosas, os vegetais folhosos escuros para serem consumidos crus e a banana, o açaí e o damasco, também entram na lista.
Dessa forma, os micronutrientes vão ajudar o triptofano do nosso organismo, a ser convertido, a se transformar, nesse hormônio tão importante, a serotonina! E aí a mulher fica muito mais bem disposta, mais alegre, muito mais feliz nessa fase do ciclo menstrual, que sabemos que não é nada fácil.
Devemos lembrar que é importante a mulher se conhecer e saber quais são os seus sintomas, pois existem 4 tipos característicos de TPM e dependendo do tipo de sintoma, existe uma causa por trás e um tipo de estratégia que daí poderá ser melhor direcionada do ponto de vista nutricional.


Ariane S. Zempulski Esp. Nutricionista Clínica Funcional Esp. Fitoterapia Tel: (45) 3574-7522 / 9106-8788

3 comentários:

Bla bla blás de uma gravidez... disse...

Eu fico muito irritada na TPM... agora prretendo ficar um bom tempo longe dessa monstra!
Post bem importante, a alimentação ajuda muito sim!

Nós por Nós disse...

Adorei as dicas... a TPM me atormenta todo mes... mas nem me toquei de cuidar na alimentação...

Bjocas

♥ Mamãe da Ana Luiza ♥ disse...

Ja sei pq eu nao tenho tpm, cereais integrais, as leguminosas, os vegetais folhosos escuros, a banana, o açaí e o damasco, estao sempre na minha alimentação.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails