segunda-feira, 14 de junho de 2010

Brincadeira não tem sexo: Meninos e meninas podem - e devem - brincar do que tiverem vontade!

“Não existe brincadeira de menino ou de menina. A diferenciação é apenas cultural. Essa separação não se observa, por exemplo, em algumas tribos indígenas. O brincar não exerce influência sobre a opção sexual simplesmente porque, para as crianças, não tem essa conotação”, explica o sexólogo Marcos Ribeiro, autor de diversos livros sobre sexualidade infantil, como Menino Brinca de Boneca? (Editora Salamandra) Recomendadissimo!!

“Ao limitarem as brincadeiras das crianças, os pais reproduzem um modelo que não existe mais”, completa Marcos Ribeiro.

"Mãe, me dá um carrinho de aniversário?”, perguntou Manuela, de 3 anos. “Claro, filha. Você quer dizer um carrinho para levar as bonecas?”, ironizou a mãe, a secretária Fernanda. Ler o livro levou Fernanda a autorizar a avó a dar o tal carrinho para Manuela. No próximo aniversário, ela vai ganhar uma cegonha (não o pássaro, mas o caminhão),que escolheu numa loja de brinquedos, em meio a Barbies, Pollys e Susies. “Proibir não adianta. Só aumenta a curiosidade”, acredita a mãe. Ela está certa. (Revista Crescer)

“No faz-de-conta, as crianças copiam os adultos ao redor. Antes de criticar, os pais observem as brincadeiras e os grupos em que as crianças estão inseridas. “Ao brincarem de casinha, os meninos representam papéis masculinos. São o pai, o médico, o motorista. É por meio do “brincar de” que as crianças aprendem a lidar com os próprios sentimentos, buscando compreender o mundo, os valores e a identidade. Se os meninos que brincam de casinha serão maridos e pais participativos, é difícil afirmar. “A brincadeira, no entanto, pode ajudar ambos os sexos a elaborar seu papel social dentro da família”, conclui a pedagoga.

A AnaLu(3) é super vaidosa, ama rosa e lilás, é louca por bonecas e brincadeiras de casinha. Volta e meia e pede brinquedos de meninos, aos dois anos ela pediu um carrinho, e ganhou um da minnie do Dindo. Os ultimos presentes pedidos foram um ferrorama amarelo e o TAL filme do Ben 10 que a decepicionou (ela esperava princesas, bailarinas, etc). Eu dou sem problemas!

Quando a criança age assim, ela está apenas descobrindo algo novo, explorando, e isso faz parte do desenvolvimento natural deles.

As meninas desenvolvem seu lado afetivo brincando de boneca, mas os meninos tbm não serão pais um dia? E uma menina jogar futebol, ou brincar de carrinho? As mulheres não dirigem? Não participam de campeonatos? Rosa de menina? Azul de menino? Homens não choram? Há muitos tabus em torno disso que precisam ser quebrados.

Afinal, cade o manualzinho determinando que deveria ser desta forma?

Nós lutamos tanto por uma igualdade sexual e nos assustamos com essas ações, não é? Talvez isso seja a prova viva da tal igualdade.

Eu, incentivaria esses brinquedos preferidos mas na cor feminina, por ex: a Analu tem a coleção da polly wells com direito a autorama e tudo, tem um ferrorama amarelo e carrinhos de controle rosa.

Se isso estiver te encomodando: Que tal um dia da semana para coisinhas de meninas? Como fazer as unhas, escovar os cabelos, maquiagens, passear no shopping, ir ao cinema... onde vc pode frizar, meninas fazem isso e meninos aquilo. No caso dos meninos a mesma coisa.

Você daria um CARRINHO a sua FILHA ou uma BONECA a seu FILHO, se eles te pedissem???

Eu? Já dei vários p/ a minha filha!

5 comentários:

Fabiana disse...

Adorei o texto!!!! Ufaaaaaaaaa

Laura adora brincadeiras de menino KKKKKK

Blog do Teteu disse...

O Matheus apesar de nçao pedir de presente, sempre brinca com as polis da Mila e adora... acho q não tem nada de mais...
E a Analu ja pediu carrinho??

Bla bla blás de uma gravidez... disse...

Acabei de ler esse texto e logo pensei no que a Fabiana escreveu hoje no blog dela...
O Pedro tem bonecos e adora brincar com eles, não vejo problema algum nisso, ele trata, faz durmir, conversa com os bonecos e acho isso tudo muito produtivo!

Jennifer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jennifer disse...

Então, esses dias lendo Contigo, Caras, sei la qual delas..vi que Angelina Jolie vestia a filha de vez em quando com roupas de meninos, outras com roupas de meninas. O argumento era que eles não queriam influenciar na escolha da opcao sexual da crianca, e q ela teria todo o direito d escolher..! Pode até ser, mas que confusão, a menina um dia de rosa, no outro dia de boné pra trás, tÊnis e regata de menino! OQ vc acha disso?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails